Anúncio
Empate de 3 x 3

Julgamento de Carmelita Castro ficou empatado em 3 x 3

Magistrados do TRE-PI se dividem sobre processo que pode confirmar cassação da prefeita

19/05/2020 19h44
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: Gustavo Almeida/Política Dinâmica
441
Prefeita tenta reverter decisão de 1ª instância (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)
Prefeita tenta reverter decisão de 1ª instância (Foto: Jailson Soares/PoliticaDinamica.com)

O julgamento da prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro (Progressistas), na sessão desta terça-feira (19) no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) terminou empatado em 3x3. O caso se arrasta no TRE-PI desde o ano passado.

Os magistrados Charlles Max (que já havia votado em sessão anterior), Agliberto Machado e Thiago Férrer votaram pela confirmação da decisão de 1ª Instância que cassou a prefeita. Fernando Lopes, Antônio Soares e Aderson Nogueira divergiram e votaram contra.

Com o empate, o presidente do TRE-PI, José James Pereira, terá que dar o voto decisivo sobre a questão na próxima terça-feira (26). Carmelita foi cassada em setembro de 2019 pelo juiz da Zona Eleitoral de São Raimundo Nonato e recorreu ao TRE-PI.

Junto com Carmelita também são réus no processo o marido dela, deputado estadual Hélio Isaías (Progressistas), o vice-prefeito Beto Macedo e três vereadores do município. O vereador Laércio Carvalho foi absolvido na sessão desta terça-feira.

Já o deputado Hélio Isaías, cuja decisão de 1ª instância aplicou inelegibilidade de 8 anos, teve a pena revertida e foi absolvido. A decisão sobre os demais réus, assim como Carmelita, fica dependendo agora do voto decisivo do desembargador José James.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.