Coronavirus
Coronavirus

APPM recomenda e 100% dos municípios do Piauí devem suspender aulas

De acordo com a APPM, a orientação é para que todas as cidades suspendam atividades que envolvam aglomeração de pessoas.

18/03/2020 08h38
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: cidadeverde.com
312
Presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura
Presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura

O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Jonas Moura, afirmou nesta terça-feira (17) que 100% dos municípios do estado devem suspender as aulas por pelo menos 15 dias. A medida é em virtude do novo coronavírus e segue a orientação dada pelo governo do Estado, que já antecipou as férias nas escolas públicas do Estado. Os municipios de Teresina e Altos também já suspenderam aulas, bem como Pio IX, Pedro II, Água Branca e Esperantina.

“Tudo indica que vai ser 100%. Nesta quarta nós vamos pegar todos os decretos publicados. A intenção é antecipar as férias de 15 dias inicialmente”, informou Jonas Moura ao Cidadeverde.com. O gestor é prefeito do município de Água Branca.

De acordo com a APPM, a orientação é para que todas as cidades suspendam atividades que envolvam aglomeração de pessoas.

“Estamos propondo aos municípios medidas de distanciamento social, como reduzir aglomerações. Acreditamos que isso pode ajudar a diminuir a pulverização ou a contaminação. A Associação está recomendando a todos os municípios a cancelar suas atividades onde possa juntar pessoas. A sociedade inteira vai ajudar nesse sentido”, declarou.

Jonas Moura afirmou que, após reunião com o Estado, ficou estabelecido que os municípios serão atualizados da situação no Piauí sempre às terças e quinta. “Teremos reuniões atualizando os protocolos através de uma rede de comunicação e assim vamos acompanhando a situação”, disse.

A maior preocupação dos municípios em casos de contaminação é com leitos de UTI. “Dentro da estrutura possível, o Estado tem feito a sua parte. Ontem nós tivemos uma reunião onde foram determinadas algumas ações em cada região. Todos sabem que nós temos uma dificuldade com leitos de UTI, que preocupa”, declarou.

Ontem, o secretário de saúde, Florentino Neto, afirmou que o Estado possui 250 leitos de UTIs e que está pleiteando novas unidades junto ao Ministério da Saúde, que vai disponibilizar 2.000 novos leitos nacionalmente. 

"Nós estamos com nossos hospitais preparados com nossas equipes a postos. Estamos adquirindo novos equipamentos, novos respiradores. Enviamos pedidos de mais EPIs, de parte de leitos alugados para Teresina e para o interior e se houver necessidade, podemos convocar novos profissionais", revelou o secretário.

 Hérlon Moraes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.