Anuncie Aqui
Calote

Mi Store Brasil some da web e clientes ficam sem celular da Xiaomi

Disparam as queixas de consumidores na plataforma do Reclame Aqui. São quase 200 contestações contra a loja não autorizada desde a Black Friday.

14/01/2020 18h44Atualizado há 2 semanas
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: G1
341

Dezenas de consumidores estão sem saber o que fazer após o sumiço de uma loja online que oferecia celulares da Xiaomi. A página não autorizada Mi Store Brasil (mistorebrasil.com) – sem qualquer vínculo oficial com a gigante chinesa – desapareceu da internet brasileira sem deixar rastro. Até agora, a reportagem não conseguiu localizar a empresa responsável pelo comércio virtual. Consumidores estão com a mesma dificuldade.

Um levantamento feito pelo Reclame Aqui com exclusividade para o TechTudo revela que em todo o mês de dezembro foram cadastradas 97 queixas contra a página. Mais 64 reclamações foram feitas somente nos primeiros dias de janeiro, segundo balanço concluído na tarde de ontem (13).

Reclamações sobre a Mi Store Brasil
Usuários registraram problemas pela plataforma do Reclame Aqui
MêsReclamaçõesJaneiro de 2019FevereiroMarçoAbrilMaioJunhoJulhoAgostoSetembroOutubroNovembroDezembroJaneiro de 2020 (até dia 13)0255075100125
Junho
 Reclamações: 16
Fonte: Reclame Aqui

Faz pelo menos um mês que compradores da loja Mi Store Brasil reclamam de aquisições feitas ainda durante a época da Black Friday. Foram equipamentos comprados pela internet e que não chegaram às casas destas pessoas. Também se queixam de não conseguirem acessar o perfil no site da Mi Store Brasil, de não terem a possibilidade de rastrear o pedido e de não terem retorno ao entrar em contato com os responsáveis pela loja.

O CNPJ vinculado à Mi Store Brasil em 2019 foi encerrado em 12 de janeiro. A documentação na Receita Federal menciona liquidação voluntária, ou seja, sem débitos. No entanto, continua ativo outro CNPJ estampado pela loja ao longo de 2018.

A situação volta a escancarar as dificuldades enfrentadas por uma marca de smartphones que conquistou o consumidor pela proposta de telefones com ficha técnica interessante aliada a preço baixo. Também por isso, tornou-se o principal alvo de contrabando de celulares no país.

 
Navegador apresenta mensagem de erro quando tenta acessar a Mi Store Brasil — Foto: Reprodução/TechTudoNavegador apresenta mensagem de erro quando tenta acessar a Mi Store Brasil — Foto: Reprodução/TechTudo

Navegador apresenta mensagem de erro quando tenta acessar a Mi Store Brasil — Foto: Reprodução/TechTudo

 
Importadora oficial da Xiaomi, empresa brasileira DL informa que o endereço mi.com oferece produtos genuínos — Foto: Reprodução/TechTudoImportadora oficial da Xiaomi, empresa brasileira DL informa que o endereço mi.com oferece produtos genuínos — Foto: Reprodução/TechTudo

Importadora oficial da Xiaomi, empresa brasileira DL informa que o endereço mi.com oferece produtos genuínos — Foto: Reprodução/TechTudo

Parceira da Xiaomi no país, a empresa DL confirmou ao TechTudo que está ciente do caso e ressaltou que “não tem qualquer envolvimento com a operação e a loja em questão”. Ela recomendou que as compras online sejam feitas nos canais oficiais. São eles: o e commerce mi.com, Americanas.com, Submarino, Shoptime, Magazine Luiza, Via Varejo, Carrefour e Ricardo Eletro. Uma ausência notável é o marketplace da Amazon.

“Fisicamente, os produtos da Xiaomi de forma oficial estão disponíveis nas duas lojas da marca localizadas em São Paulo (Shoppings Ibirapuera e Center Norte) e em outros varejistas espalhados pelo Brasil”, informou a DL em nota. Em caso de compras físicas, a empresa diz que os clientes devem sempre solicitar a embalagem do produto para garantir a presença do selo Anatel, informações em português da origem do produto e que contenha ainda as informações claras do único importador oficial.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.