Agencia Webmais 01
Agencia Webmais 4
Agencia Webmais 3
Agencia Webmais 2
Flamengo

Flamengo segura pressão do Grêmio, vence na Arena e fica mais perto do título brasileiro

Gabriel marca de pênalti no primeiro tempo e é expulso no segundo. Rubro-Negro será campeão caso Palmeiras não vença o Grêmio na próxima rodada

17/11/2019 19h55
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: GE
299
Montagem Gabigol e Cebolinha
Montagem Gabigol e Cebolinha

O Flamengo venceu o Grêmio por 1 a 0, neste domingo, em Porto Alegre, e ficou mais perto de ser campeão brasileiro. Mesmo tendo iniciado o jogo com apenas três titulares, uma preservação para a final da Libertadores contra o River Plate, dia 23, em Lima, o Rubro-Negro foi melhor no primeiro tempo, no qual abriu o placar com gol de Gabriel, de pênalti. O atacante foi expulso no segundo, o que gerou uma grande pressão do time gaúcho, que luta por uma vaga na Libertadores de 2020. O carioca soube suportar e confirmou mais três pontos, aumentando a vantagem sobre o Palmeiras, o segundo colocado.

  • As contas do título e do G-4

    Com a primeira vitória na Arena (em nove jogos), o Flamengo chegou a 81 pontos. É o líder isolado e aumentou a diferença para o Palmeiras, segundo colocado, que empatou com o Bahia, em Salvador, neste domingo. O time paulista soma 68 pontos. São 13 pontos de vantagem, faltando quatro rodadas para o time carioca e cinco, ao paulista. No domingo, caso o Verdão não vença o Grêmio, em São Paulo, o Rubro-Negro será campeão. O Tricolor, aliás, continua em quarto, com 56 pontos. Tem agora três a mais do que o São Paulo, o quinto, na disputa por uma vaga no G-4.

    Recordes

    Gabriel, com o gol deste domingo, chegou a 22 no Brasileiro. É o artilheiro. Além disso, superou a marca de 21 de Zico, que desde 1981 era o maior artilheiro rubro-negro no campeonato. O Flamengo chegou a 81 pontos, igualando o desempenho do Corinthians em 2015. Desde 2006, quando a fórmula de pontos corridos passou a ter 20 clubes, ninguém somou mais pontos. O time de Jorge Jesus, então, pode fazer história. Já o fez em número de vitórias: 25. Até então, Cruzeiro (2014), Corinthians (2015) e Palmeiras (2016) tinham 24 vitórias.

     

    Pênalti e o VAR

    O gol do jogo, marcado por Gabriel, foi de pênalti, o que gerou reclamação dos gremistas. O camisa 9 cruzou, e abola bateu no braço esquerdo de Léo Moura. O árbitro Raphael Claus marcou pênalti. Na opinião de Sálvio Spínola, comentarista da Central do Apito, a marcação deveria ter sido revista pelo VAR e anulada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Promoção Guia Ta Na Web
Pré-Moldados Santa Fé
Municípios
GM Arquitetura
Últimas notícias
Cursos Online 300x250
Mais lidas
Anúncio
Anúncio