Agencia Webmais 4
Agencia Webmais 3
Agencia Webmais 01
Agencia Webmais 2
Bolsas CNPq

Fantástico mostra drama dos estudantes de Cocal dos Alves que podem perder bolsas

Quem um dia já foi medalhista podia se candidatar a uma bolsa de R$ 400 ao ingressar no ensino superior

02/09/2019 07h13Atualizado há 3 meses
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: 180graus/Fantástico (01/09/2019)
677
 Imagem: Reprodução/Fantástico
Imagem: Reprodução/Fantástico
 

 

O Fantástico deste domingo (1º/09) tratou de um tema que vem incomodando estudantes de todo o país. O governo não tem dinheiro para pagar estudantes que dependem de bolsas para continuar os estudos.

A falta de verba vai interromper desde pesquisas de ponta até projetos que mantêm adolescentes em sala de aula, em pleno ano letivo.

Um exemplo citado na matéria foi a cidade de Cocal dos Alves, na região Norte do Piauí. Lá, o sonho de muitos estudantes é ser professor de matemática e o impacto dessa notícia pode acabar com a esperança de muitos desses estudantes de poder dar uma vida melhor para suas famílias.

VEJA O VÍDEO DA REPORTAGEM

Os medalhistas da Olimpíada de Matemática recebem uma bolsa de R$ 100 por mês, durante um ano. A Olimpíada é organizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e envolve escolas públicas em quase todo o país. Todo ano são distribuídas seis mil bolsas de R$ 100 aos medalhistas.

A diretora da escola Aurilene de Brito disse que essas bolsas funcionam como estímulo para os alunos. "A bolsa é como se fosse o estímulo que os estudantes daqui precisam para se empenhar e para sonhar em poder mudar de vida", disse.

 

    Imagem: Reprodução/Fantástico

Em Cocal dos Alves, estudantes têm aulas extras de matemática no sábado, das 8h às 17h. Um investimento que já trouxe mais de 120 medalhas para uma escola pública da região. “No fundo, no fundo, o maior interesse deles é conseguir chegar à universidade”, conta o professor Amaral.

Quem um dia já foi medalhista podia se candidatar a uma bolsa de R$ 400 ao ingressar no ensino superior. Foi com esse dinheiro que os únicos três médicos da cidade bancaram seus estudos.

 

    Imagem: Reprodução/Fantástico

Com essa cancelamento de bolsas, a esperança de Natália, estudante de Cocal dos Alves e medalhista de prata na Olimpíada Brasileira de Matemática, em mudar a vida da sua família ficou mais distante.

IFPI TEM BOLSAS CANCELADAS PELO CNPQ

Nesta semana, o Instituto Federal do Piauí (IFPI), por meio da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PROPI), informou o cancelamento, por parte do Conselho Nacional de Desenvolvimento  Científico e Tecnológico (CNPq), das cotas de bolsas de Iniciação Científica – IC - destinadas a esta instituição para o biênio 2018/2020.

Na nota, o IFPI disse que nos últimos dias foi surpreendido com o cancelamento sumário das 20 cotas de bolsas de Iniciação Científica (PIBIC, PIBITI e PIBIC EM) garantidas ao IFPI através de edital junto ao CNPq (Chamada CNPq 03/2018).

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.