Terça, 18 de Janeiro de 2022
Dólar
R$ 5,57
Euro
R$ 6,31
Peso Arg.
R$ 0,05
Piauí Falta de água

População passa sede no Piauí com má gestão de recursos federais, denuncia deputado

Parlamentar aponta que canos de sistema de abastecimento foram levados de uma obra.

08/12/2021 às 15h25
Por: Alírio Ribeiro Fonte: Gustavo Almeida / Lupa1
Compartilhe:
Deputado Henrique Pires
Deputado Henrique Pires

O deputado estadual Henrique Pires (MDB), ex-presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), denuncia o mau uso de recursos federais em municípios do Piauí. Ele levanta a necessidade de mais responsabilidade e maior fiscalização nas obras executadas com recursos federais nos municípios, principalmente aquelas que levam água para as comunidades rurais.

Uma das situações de má gestão denunciadas por Henrique Pires acontece no município de Bonfim do Piauí, a 556 km de Teresina, no semiárido piauiense. Segundo o deputado, o descaso com o gerenciamento dos sistemas de abastecimento deixa as populações da zona rural e até mesmo da zona urbana sem fornecimento de água.

“Há um caso onde abriram uma estrada levando todos os canos da obra de abastecimento que havia no local”, cita o parlamentar. No município, foram investidos recursos da Funasa durante a gestão do deputado à frente do órgão, um total de pouco mais de R$ 4 milhões para obras que tinham objetivo de levar água às localidades.

Os investimentos foram realizados ainda na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), dentro do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo Henrique Pires, a população das localidades Sussuapara, Lagoa do Laranjo, Alto Alegre e no bairro Conceição, todos em Bonfim do Piauí, estão passando necessidade de água com os sistemas abandonados e destruídos.

Os convênios da Prefeitura de Bonfim com o governo federal foram formulados na gestão municipal anterior. A falta d’água no município, mesmo com um lençol subterrâneo abundante, é um problema antigo. Recentemente, Bonfim foi incluído no decreto que reconhece a situação de calamidade pública em decorrência da seca.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.