Prata da Casa
‘Empurroterapia

Balconistas de farmácias recebem comissões para empurrar medicamentos aos fregueses

Alerta ao consumidor: investigação jornalística revela como o pagamento de comissões a balconistas de farmácias vira uma armadilha para o consumidor.

17/05/2021 07h05Atualizado há 1 mês
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: Fantástico
398
Denúncia de balconistas de farmácias empurrando medicamentos para receber comissões
Denúncia de balconistas de farmácias empurrando medicamentos para receber comissões

Farmácia costuma ser sinônimo de cuidado com a saúde, mas o Fantástico descobriu que, em alguns casos, também pode ser outra coisa: uma armadilha. O repórter Giovani Grizotti investigou a "empurroterapia".

Você vai à farmácia e não quer comprar nenhuma vitamina, mas o balconista tenta te convencer. Ou você está na farmácia porque o médico receitou um remédio de marca, o chamado "medicamento de referência". Você não quer levar o genérico, mas o vendedor insiste no genérico. Qual pode ser o motivo?

Um balconista, que aceitou gravar sem mostrar o rosto, explica: “O balconista que entra há pouco tempo em farmácia a primeira coisa que ele aprende: ‘Tu ganha comissão se tu vender esse produto’”.

Já o cliente, que geralmente já está sofrendo com alguma dor, acaba sendo vítima também da ganância, vítima da "empurroterapia".

O que é a "empurroterapia"?

O balconista empurra determinados remédios, determinadas vitaminas, insiste para o cliente comprar produtos mesmo não sendo necessários naquele momento, ou não tendo prescrição médica. O objetivo: ganhar dinheiro, já que o funcionário da farmácia que pratica a "empurroterapia" se beneficia de uma comissão em cima das vendas, um valor fixo, ou uma porcentagem sobre o valor de um produto vendido. E quem paga? Segundo a apuração do Fantástico, laboratórios farmacêuticos. Veja na reportagem no vídeo acima.

 

Veja reportagem em vídeo CLICANDO AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.