LD Churrasqueira
Anuncie Aqui
Política

Ex-presidente do PSDB, Eduardo Azeredo se desfilia do partido

Azeredo alegando motivos pessoais para a saída do partido do qual foi presidente nacional de 2005 a 2007.

21/05/2019 22h31
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: MSN Notícias
226
Dida Sampaio/Estadão O ex-governador de Minas Eduardo Azeredo (PSDB)
Dida Sampaio/Estadão O ex-governador de Minas Eduardo Azeredo (PSDB)

O ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, pediu desfiliação do PSDB alegando motivos pessoais para a saída do partido do qual foi presidente nacional de 2005 a 2007.

O agora ex-tucano foi condenado no ano passado a 20 anos e um mês de prisão por envolvimento no esquema que ficou conhecido como mensalão mineiro. Ele iniciou o cumprimento da pena em 23 de maio de 2018 em um batalhão do Corpo de Bombeiros na zona sul de Belo Horizonte.

O diretório estadual do partido, em nota, disse ter sido informado da desfiliação por familiares do ex-governador depois de o pedido ser protocolado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). O texto diz ainda que o partido não fará comentários sobre a desfiliação, por se tratar de iniciativa de foro pessoal do ex-tucano.

"O diretório estadual do PSDB-MG informa que o Sr. Eduardo Azeredo deu ciência ao partido, através de sua família, que protocolou perante o Tribunal Regional Eleitoral de MG sua desfiliação partidária do PSDB. As razões que motivaram sua decisão, por serem de caráter pessoal e de foro íntimo, não serão objeto de comentários deste diretório", diz a nota. O TRE informou que o cancelamento da filiação de Eduardo Azeredo ocorreu em 8 de maio.

A saída do ex-governador do partido acontece no mesmo mês em que será realizada a convenção nacional do PSDB, marcada para o próximo dia 31. O governador de São Paulo, João Doria, deverá ter forte influência na composição do novo diretório. O PSDB elabora um texto que estabelece regras internas para filiados flagrados em supostos esquemas de corrupção. O partido poderá estabelecer regras afastariam tucanos réus criminais e expulsariam condenados em segunda instância. Na proposta já formulada pelo atual comando do PSDB, o partido passará a ter formalmente um código de ética.

O mensalão mineiro foi como ficou conhecido o esquema, segundo acusação da Procuradoria-Geral da República, de desvio de recursos de empresas públicas de Minas Gerais, como o então Banco do Estado de Minas Gerais (Bemge) para o financiamento da campanha de Azeredo à reeleição em 1998, disputa em que o tucano foi derrotado pelo ex-presidente Itamar Franco.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 19h35
29°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 20°
29°

Sensação

14.6 km/h

Vento

44.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Show Maria Clara
Pré-Moldados Santa Fé
Municípios
GM Arquitetura
Últimas notícias
PS Impressoras
Gestão Click
Mais lidas
Anúncio
Anúncio