Jornalismo de Verdade
FOME ZERO

Políticas públicas não chegaram em Guaribas e município vive como no passado

Transferência de renda, programas sociais e abastecimento d’água não mudaram caos social

Jornalismo de Verdade

Jornalismo de VerdadeANDRÉ PESSOA Fotojornalista pernambucano especializado em reportagens ambientais. Tem trabalhos publicados em exposições, catálogos de arte, livros, emissoras de televisão, jornais, revistas e plataformas digitais no Brasil e no exterior. Já esteve documentando a natureza, a cultura e a história de países como a Polônia, Grécia, Costa Rica, Espanha, Holanda, França, México, Alemanha, África do Sul, Turquia, Egito, Panamá, República Tcheca, Bélgica, Jordânia, EUA, Cuba, Itália, entre outros.

07/08/2020 12h49Atualizado há 1 mês
Por: André Pessoa
Fonte: André Pessoa (Enviado Especial a Guaribas)
431

Depois de quase 2 décadas de ter sido escolhido como o símbolo do programa Fome Zero, o município de Guaribas, no sudeste do Piauí, limite da divisa com o estado da Bahia e distante 675km da capital Teresina, vive exatamente como no passado. 

Mal cuidada, com estradas de pó,  população urbana e rural na lida diária em busca de água, constante falta de energia, telefonia instável, lixo espalhado pelas ruas, calçamento destruído, nenhum metro de saneamento básico e estrutura de saúde mínima, expõe suas entranhas aos visitantes.

Um quadro feio. Real e com cores vivas que numa série de 3 reportagens, vamos destrinchar, problema por problema, as principais dificuldades enfrentadas cotidianamente pelos seus moradores.

Descaso público

Ficaremos em três eixos: água, dramas sociais e infraestrutura. Nesse último quesito o destaque é para a obra da BR-235 (Caracol-Guaribas-Bom Jesus), em andamento acelerado e com investimentos que ultrapassam R$ 122 milhões. 

Hoje, antes de começar a publicar as apurações jornalísticas feitas in loco, vamos apresentar o símbolo do descaso das autoridades com o povo de Guaribas - homens e mulheres que trazem o sofrimento na história, mas que são generosos, com a sua beleza própria, tradições culturais e muita vontade de superar as dificuldades. Humanos que merecem respeito. Brasileiros, piauienses que compõem a Nação e precisam ser ouvidos e atendidos, afinal são cidadões como qualquer outro. 

Monumento ao desperdício 

A foto aérea mostra um prédio construído na cidade em homenagem ao programa Fome Zero, lançado em 2003 nos primeiros dias do governo do ex-presidente Lula.

Monumento do Memorial do Fome Zero em Guaribas-PI

A ideia seria transformar Guaribas, no semiárido piauiense, num exemplo do sucesso do programa social lançado pelo ex-presidente que terminou nunca visitando o lugar.

Duas décadas depois o lugar continua no ostracismo e sem infraestrutura. Na imagem feita ontem (06/07/2020), o destaque é o Memorial do Fome Zero, esse prédio estranho em meio a paisagem rupestre.

Completamente abandonado, ele esconde, à sua esquerda, o hotel construído e em ruínas para receber todos os supostos visitantes que iriam ao município - naquele momento, meados de 2003, famoso mundo afora.

Retórica e mídia 

Nada deu certo. Esses dois prédios construídos com recursos públicos são as maiores obras físicas realizadas em Guaribas. Ficam afastados das casas, do povo, como um extraterrestre na cidade. Estão abandonados, com telhados quebrados, erosão, mato, dinheiro jogado fora. Uma vergonha. O símbolo da irresponsabilidade.

Na próxima reportagem vamos abordar o escândalo da falta d’água na cidade piauiense. (André Pessoa).

Imagens de Guaribas - PI (Fotos: André Pessoa):

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 01h42
23°
Tempo aberto Máxima: 33° - Mínima: 21°
23°

Sensação

20.8 km/h

Vento

40.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Pré-Moldados Santa Fé
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio