Anúncio
Anés de Prata

Coordenador da 'bancada da bala', deputado distribui anéis de prata aos colegas

Capitão Augusto (PL-SP) é candidato a presidente da Câmara. Ele diz que presente não tem relação com eleição e é para quem aderir à frente dos colecionadores de armas, que quer criar.

23/07/2020 19h13
Por: Alírio Ribeiro
Fonte: G1
364
Capitão Augusto (PL-SP), coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública
Capitão Augusto (PL-SP), coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública

O deputado Capitão Augusto (PL-SP), coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública, conhecida como “bancada da bala”, decidiu distribuir anéis de prata aos colegas que aderirem a uma nova frente que ele planeja criar: a dos colecionadores de armas.

A ação do deputado, candidato à presidência da Câmara, foi publicada pelo site da revista "Veja". Ao G1, ele disse que a entrega dos adereços não tem relação com a eleição para o comando da Câmara, marcada para fevereiro do ano que vem.

“Isso [a entrega dos anéis] vazou junto com o momento em que vou retomar a minha campanha. Mas são duas coisas diferentes”, garantiu.

Não é a primeira vez que Capitão Augusto distribui mimos aos parlamentares. Segundo ele, no mandato anterior, ele chegou a dar cerca de dez anéis banhados a ouro para colegas deputados, que gostaram de um que ele próprio usava com o desenho arquitetônico do Congresso Nacional.

“No mandato passado, eu tinha mandado confeccionar um anel e eu presenteava os deputados com esse. Isso foi no mandato passado, eu nem era candidato a nada”, disse. Ele também já entregou a parlamentares canetas e prendedores de gravata em formato de armas.

Desta vez, Capitão Augusto quer articular a criação da Frente Parlamentar dos Colecionadores, Atiradores e Caçadores (CACs).

 

“Protocolei o pedido [de criação da frente parlamentar] nesta semana e aí tive a ideia de fazer um anel semelhante ao que eu tinha para os CACs e mandei um e-mail para o pessoal para que fornecesse a numeração de anel. Aquele meu era banhado a ouro. Esse é de prata mesmo”, afirmou.

Para a criação da frente, de acordo com ele, são necessárias 180 assinaturas. Ele calcula que cerca de metade dos futuros membros vai querer os anéis.

Sobre o custo, o deputado diz que tudo será pago do próprio bolso, mas prefere não falar o valor. “Não vou revelar o preço porque é um presente que eu quero dar. Mas não é nada demais”, disse.

Em relação à disputa à presidência da Câmara, o deputado disse que protocolou a candidatura em março e já começou a campanha em seguida. No entanto, os trabalhos tiveram que ser interrompidos em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Agora, estou retomando a partir de agosto as minhas viagens por todo o Brasil para fazer esse corpo-a-corpo com os parlamentares. Como o voto secreto, a questão é individual. É ele, a urna e Deus que vão saber em quem ele votou”, disse.

Será a segunda vez que ele disputa o comando da Câmara. Em 2019, havia lançado a sua candidatura de forma avulsa, sem o apoio oficial da própria legenda. Às vésperas do pleito, ele desistiu para apoiar a reeleição do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Agora, Capitão Augusto diz que não desistirá. “Não sei se terei outro mandato. Então, eu me candidatei em caráter irrevogável”, afirmou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 16h00
27°
Muitas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 19°
26°

Sensação

34.4 km/h

Vento

27.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Anúncio
Pré-Moldados Santa Fé
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Anúncio